Adesivo

ADESIVO

Solução para aderir.

ORGANIZE-SE EM UMA ROTINA SEMANAL

O adesivo parece um emplastro brilhante. Ele adere à pele e libera os hormônios progestina e estrogênio, que entram na corrente sanguínea pela pele. Os hormônios impedem que os ovários liberem óvulos e deixam o muco cervical mais espesso, dificultando a movimentação dos espermatozoides.
Você simplesmente remove a proteção atrás do adesivo e o aplica diretamente na sua pele, seja na parte de baixo do abdômen, nas nádegas, no braço ou mesmo nas suas costas. Você usa o adesivo por uma semana e depois o substitui por um novo. Depois de três semanas, você faz uma pausa de uma semana e, durante essa semana em que você não usar o adesivo, sua menstruação deverá iniciar. Você então repete essa rotina. Se o seu adesivo começar a soltar ou cair enquanto você estiver usando, consulte o livreto com informações para a paciente que vem com o adesivo e converse com o seu médico.

Adesivo

COMO AVALIAR

Hormônios

Sim. O adesivo libera os hormônios estrogênio e progestina de maneira contínua por todo o corpo.

Facilidade de uso

Para atingir o máximo de sua eficácia, o adesivo precisa ser trocado toda semana.

Sua menstruação

O adesivo pode causar fluxos menstruais descontínuos, seja na forma de sangramento irregular ou menstruações regulares mais leves.

COMPARE MÉTODOS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER

1
por semana

Com que frequência você precisa substituir o adesivo durante três semanas em cada mês.

21
dias

Quanto tempo você usa o adesivo a cada mês no total.

2
hormônios

Progestina e estrogênio são continuamente liberados diretamente através da pele.

  • É autoadministrado.
  • Requer o acompanhamento do número de semanas em que foi usado e deve ser trocado no tempo certo para ser mais eficaz.
  • Permite a espontaneidade e não interrompe a relação sexual.
  • A maioria das mulheres acha fácil de usar.
  • É visível e existe a possibilidade de se soltar ou cair, o que afeta sua eficácia.
  • Algumas mulheres apresentam dores de cabeça, alterações de humor, coceira e vermelhidão no local da aplicação.
  • Apesar de raro, pode aumentar o risco de trombose.
  • Não protege contra HIV/AIDS e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

PRECISA DE ORIENTAÇÃO? CONVERSE COM O SEU PROFISSIONAL DE SAÚDE

Marque uma consulta com o seu médico para melhor atender às suas necessidades.

VOCÊ CONCORDA?

CONSIDERE ISSO

O seu diafragma precisa cobrir seu colo do útero completamente para funcionar. Se você sentir que seu diafragma não está encaixado direito, consulte seu médico. Ele poderá aconselhar você sobre o encaixe correto. Enquanto isso, considere um método contraceptivo alternativo, como um preservativo.

SAIBA MAIS

CONHEÇA SUAS OPÇÕES

COMPARE MÉTODOS